A Aura e os Chakras

A aura humana é uma emanação sutil e magnética produzida por forças etéreas. Todos os corpos possuem esse campo magnético, que se irradia como os raios solares que emanam do sol. A aura, embora ignorada pela maior parte das pessoas, é percebida e claramente reconhecida por indivíduos que se encontram em condições adequadas de sensibilidade, os chamados sensitivos.

Pesquisas científicas provam que todos os corpos, animados ou inanimados, emitem uma radiação sutil. Essa emanação recebeu vários nomes. É o magnetismo de Mesmer, o fluido elétrico de Jussieu, as chamas odílicas de Reichenbach, a sensibilidade exteriorizada de Rochas, os raios vitais do Dr. Baraduc. Os russos denominaram as emanações energéticas de bioplasma.

A famosa câmara Kirlian, que fotografa a aura, assim chamada em homenagem a seu inventor (Samyon Davidovich Kirlian) foi reconhecida pela Academia de Ciências Médicas de Moscou.

Atualmente, as técnicas fotográficas são modernas e a fotografia da aura (bioeletrografia) pode ser feita nas principais cidades do mundo. O que vemos é a representação do momento preciso em que foi feita a foto, pois a aura muda constantemente de tamanho e de cor, numa estreita relação com a saúde física, emocional, mental e espiritual. Daí ser importante não extrair conclusões e diagnósticos a partir de uma única fotografia. O resultado é simplesmente a confirmação de algo que o olho humano, em geral, não está preparado para perceber.

A aura é um guia infalível do estado de saúde do indivíduo. Nos sadios, os raios vitais expandem-se na atmosfera áurica dotada de um brilho intenso e cristalino; nos indivíduos doentes as cores são apagadas e sombrias, enquanto as doenças mais graves são indicadas por manchas opacas sobre as partes afetadas. A aura apresenta as causas de nossas enfermidades. Tudo na natureza produz sua própria aura. As comprovações efetuadas mostram que tudo o que ocorre no corpo físico, primeiro ocorre no plano sutil. Em conseqüência, é bastante lógico intervir preventivamente no corpo áurico através do método Reiki ou de outras técnicas de terapias vibracionais. Se a doença se apoderou do corpo físico, é conveniente fazer duas intervenções simultâneas: a intervenção no corpo físico, com a medicina convencional, e a intervenção no corpo sutil, com a energia Reiki, a fim de eliminar a causa.

A aura humana divide-se em diversas camadas, chamadas corpos energéticos, que se interpenetram e cercam umas às outras em camadas sucessivas. Cada corpo se compõe de substâncias mais finas e de “vibrações” mais altas à medida que se afasta do corpo físico.

Ligados à aura, funcionando como receptores e emissores de energia, ou seja, como canais de troca,  existem os chakras.  Cada camada da aura está associada a um chakra.

A palavra chakra vem do Sânscrito e significa roda, disco, centro, plexo. São centros energéticos que distribuem a energia vital para os nossos corpos, através dos Nadis, que são canais condutores de energia e que formam uma rede, semelhante ao sistema nervoso, por onde circula a energia vital (prana) que nutre orgãos e sistemas.

Os Chacras são vórtices como se fosse um redemoinho em miniatura que faz circular as energias numa determinada vibração. Temos no corpo humano mais de 88.000 chakras, porém temos uma ordem em importância, tais como as Metrópoles, cidades grandes, cidades pequenas e vilas.

A aura humana está ligada a esses sete principais chacras. Os chacras são responsáveis pelo fluxo energético no corpo humano e têm como função principal absorver o prana (energia proveniente do sol), metabolizá-lo, alimentar nossa aura e, finalmente, emitir energia ao exterior. Funcionam como uma espécie de aparelho de captação e expulsão, cujos vórtices giratórios ficam em constante movimento. É através dos chacras que perdemos energia quando estamos em sofrimento físico e emocional, pois cada chacra é um ponto coletor de uma determinada área de conflito e desenvolvimento. Cada chacra tem a sua função e significado e está ligado a determinados órgãos que desempenham funções específicas no plano emocional, psíquico e espiritual.

O perfeito funcionamento dos chacras é sinônimo de perfeita saúde, mas a abertura de todos a todos os níveis é sinônimo de evolução. É o que os mestres chamam de iluminação. Existem inúmeras técnicas de abertura dos chacras. Entre elas, o método Reiki tem a vantagem de ser uma técnica suave.

Quando os chacras funcionam normalmente, cada qual está “aberto” e gira na direção dos ponteiros do relógio, a fim de metabolizar as energias necessárias do campo universal.

No quadro abaixo é possivel ver a descrição detalhada de cada um dos sete chakras.

 Chakra Básico

1º Chakra Básico ou Raiz (Muladhara)

Localizado nos órgãos genitais e na pélvis, em geral está associado as glândulas supra-renais, governa o sistema reprodutor. Este chakra anima a substância do corpo físico, o poder e o instinto de sobrevivência. É a ligação com a terra. Concentra as energias da Kundaliní, que uma vez despertadas progridem coluna acima, seguindo um padrão geométrico similar ao padrão apresentado na dupla hélice das moléculas de DNA que contém o código da vida. Relaciona-se com o poder criador da energia sexual. Quando esse chakra está enfraquecido indica distúrbios da sexualidade ou disfunções endócrinas. Quando excessivamente energizado, indica excesso de hormônios, sexualidade exacerbada ou até mesmo a presença de um tumor no local.

Glândula: Supra-renais

Mantra: LAM

Cor: Vermelho

 Chakra Esplênico

2º Chakra Esplênico (Swadhishtana)

Localizado alguns centimetros abaixo do umbigo, está relacionado com a glândula Baço. Rege os rins, sistema reprodutor, circulatório e bexiga. As energias como a paixão, sensualidade e a criatividade são manifestadas através deste chakra. Este chakra é responsável pela energização geral do organismo, e por ele penetram as energias cósmicas mais sutis, que a seguir são distribuídas pelo corpo. Quando esse chakra é estimulado, propicia uma boa captação energética.

Glândula: Baço

Mantra: VAM

Cor: Laranja

 Chakra Plexo Solar

3º Chakra – Chakra do Plexo Solar (Manipura)

O terceiro chakra localiza-se na região do plexo solar, e está relacionado com as emoções. É o local onde a energia que flui pelo corpo é assimilada. Seu correspondente físico é o pâncreas e ao fígado e esse centro se associa ao poder e ao equilíbrio do poder. Quando muito energizado, indica que a pessoa é voltada para as emoções e prazeres imediatos. Quando fraco sugere carência energética, baixo magnetismo, suscetibilidade emocional e a possibilidade de doenças crônicas.

Glândula: Pâncreas

Mantra: RAM

Cor: Amarelo Dourado

 

4º Chakra Cardíaco (Anahata)

Situa-se na região do tórax e está conectado com a glândula timo, responsável pelo funcionamento do sistema imunológico. É o chakra do coração, centro energético do amor. As doenças do coração, sistema circulatório e sangue podem ser tratadas através deste chakra.

Sua energia corresponde ao amor e à devoção, como formas sutis e elevadas de emoção. Na tradição católica, este chakra é simbolizado pelo coração luminoso de Cristo. Quando ativado desenvolve todo o potencial para o amor altruísta. Quando enfraquecido indica a necessidade de se libertar do egoísmo e de cultivar maior dedicação ao próximo. No aspecto físico, também pode indicar doenças cardíacas.

Glândula:  Timo

Mantra: YAM

Cor: Verde e Rosa

 

5º Chakra Laríngeo (Vishuddha)

Localizado sobre a garganta, se comunica com a glândula tireóide. Está ligado à inspiração, a comunicação e a expressão com o mundo.

Relaciona-se com a capacidade de percepção mais sutil, com o entendimento e com a voz. Os problemas associados a esse chakra comumente são: dor de garganta, medo de falar em público, problemas de tireóide e câncer na garganta. No mundo atual, em que é perigoso falar, o chakra da garganta, na maioria das pessoas, precisa de cura.

Glândula: Tireóide e Paratireóide

Mantra: HAM

Cor: Azul Claro

 Chakra Frontal

6º Chakra Frontal (Ajna)

Localizado entre as sobrancelhas, se relaciona com a glândula pituitária. Conhecido como “terceiro olho” na tradição hinduísta, está ligado à capacidade intuitiva e à percepção sutil. Quando bem desenvolvido, pode indicar um sensitivo de alto grau.
Enfraquecido aponta para um certo primitivismo psico-mental ou, no aspecto físico, para tumoração craniana.

Glândula: Pituitária

Mantra: OM

Cor: Azul Índigo

 Chakra Coronário

7º Chakra  Coronário (Sahashara)

Localizado no topo da cabeça. É o portal da espiritualidade, do reconhecimento de Deus/Deusa em nós e no outro. Conhecido como chakra da coroa, é representado na tradição indiana por uma flor-de-lótus de mil pétalas na cor violeta. Através dele recebemos a Luz Divina. A tradição de coroar os Reis fundamenta-se no princípio da estimulação deste chakra, de modo a dinamizar a capacidade espiritual e a consciência superior do ser humano.

Glândula: Pineal

Mantra: SHAM

Cor: Violeta

Fontes:

Livros

Mãos de Luz – Um guia prático para a Cura através do Campo de Energia Humana” – Barabara
Ann Brennan
Reiki Essencial – Manual Completo sobre uma Antiga Arte de Cura” – Diane Stein

Reiki Universal” –  Johnny de Carli.

Sites:
http://www.espiritualismo.hostmach.com.br/esp5.htm#05.1
http://www.portalangels.com/saude/chakras
http://www.cantinhodeluz.com/Corpos%20Vibratorios%20ou%20Energeticos.htm

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s